A presente ação de formação tem por base o princípio da valorização do património cultural português e tem como missão promover o Cavaquinho a ícone da identidade e cultura portuguesas atuais, contribuindo para o desenvolvimento da sua prática em contextos escolares.

Projeto Artístico: O Cavaquinho

Projeto Artístico: O Cavaquinho

ESGOTADO

Ação de formação Creditada

25h | Registo: CCPFC/ACC-109212/20

por

Daniel Pereira Cristo

Destinatários:

Professores de Música grupo 250 e 610

Datas:

11 de outubro a 13 de dezembro de 2021

Valor da Inscrição:

Sócios da APEM1 - 50 €

Não Sócios2 - 100€

1Os sócios com as quotas em dia, para beneficiarem do desconto de sócio, devem fazer o login no site da APEM.
2Torne-se sócio e poupe de imediato ao inscrever-se nesta formação. Clique aqui para saber mais.
Número máximo de participantes: 15
Modalidade:

A formação decorre maioritariamente em sessões assíncronas, de modo a que os formandos possam gerir o tempo na realização das atividades propostas, devendo apenas respeitar as datas limite. Haverá pelo menos uma sessão síncrona obrigatória, em momento a definir no decorrer da formação. Existirão também encontros síncronos facultativos às quartas-feiras às 19h00.

Requisitos mínimos/Material necessário para participar na formação:
  • Cavaquinho simples: Sol, Sol, Si, Ré (GGBD)
  • Enrolador de cordas (recomendado)
  • Afinador (recomendado)
  • Calibres das cordas: 0.012, 0.012, 0.10, 0.009 (em polegadas);  ["Recomendação para durabilidade são as cordas de guitarra de aço inoxidável "Elixir", ou as tradicionais cordas "Dragão" - jogos com os calibres 0.011, 0.011, 0.10, 0.009"];
  • Unhas postiças ("Alaska Picks" recomendadas ou as mais habituais com elástico) (recomendado).
  • Loja recomendada que envia por correio o material - Porto Guitarra (Lg. dos Loios no Porto) - a.c/ Agostinho | para encomendas online geral@portoguitarra.com
  • Computador com um mínimo de 2 GB RAM/2 GHz no sistema operativo MAC OS X 10.7 ou posterior, Windows 7 ou posterior ou a última versão GNU/LINUX;
  • Auscultadores, câmara e microfone;
  • Ligação à internet.

Sinopse:

A presente ação de formação tem por base o princípio da valorização do património cultural português e tem como missão promover o Cavaquinho a ícone da identidade e cultura portuguesas atuais, contribuindo para o desenvolvimento da sua prática em contextos escolares.

Desta forma, esta ação de formação pretende proporcionar aos professores de música o conhecimento prático e teórico do cavaquinho e identificar a sua potencialidade na criação de projetos musicais de orquestras de instrumentos tradicionais portugueses nas escolas, capacitando os formandos com as ferramentas necessárias para o desenvolvimento destes projetos nos seus contextos de ação através:

  • da promoção e valorização da cultura tradicional musical portuguesa;
  • da divulgação e promoção do "Cavaquinho" como um dos símbolos icónicos da cultura popular.
  • do desenvolvimento de modelos alternativos de educação não formal e informal e de práticas artísticas diversificadas e inovadoras;

Objetivos a atingir:

No final da formação pretende-se que os formandos atinjam os seguintes objetivos:

  • Conhecer o funcionamento do cavaquinho (afinar, selecionar e colocar corda);
  • Conhecer e aplicar técnicas elementares, acordes e respetivas inversões;
  • Interpretar e harmonizar canções do repertório tradicional português;
  • Refletir sobre a criação de projetos artístico-musicais em contexto escolar a partir da prática musical do cavaquinho.

Conteúdos:

Módulo 1:

  • Afinação;
  • Escolha de colocação das cordas;
  • Utilização de unhas postiças;
  • Técnica elementar: acompanhamentos simples em tónica dominante.

Módulo 2:

  • Acordes básicos;
  • Técnica básica com o indicador;
  • Acordes principais e suas inversões.

Módulo 3:

  • Outras técnicas: ponteado;
  • Escala de Dó maior: progressões;
  • Introdução à melodia com harmonia e ritmo.

Módulo 4:

  • A técnica do rasgado ou rasgueado;
  • Uso do polegar no segundo tempo do compasso ternário ou quaternário popular;
  • Algumas canções;
  • Outras afinações.

Módulo 5:

  • Cantigas tradicionais.

Módulo 6:

  • Cantigas tradicionais (ternário, tónica/dominante/subdominante - Dó/Sol/Fá);
  • Algumas músicas tradicionais tocadas com melodia, harmonia e ritmo.

Módulo 7:

  • Projetos artísticos e musicais nas escolas.
  • Reflexão sobre os contextos educativos e a implementação de projetos artísticos.

Metodologias de realização da ação:

A presente ação é realizada em regime de ensino e aprendizagem à distância baseada em sessões assíncronas e pelo menos uma sessão síncrona.

A formação será distribuida através do LMS Moodle de acordo com o modelo pedagógico de ensino a distância da APEM.

A ação desenvolve-se em sete módulos que contêm atividades formativas diversas, vários recursos, entre eles: seis vídeos tutoriais de complexificação crescente para o ensino da prática musical/instrumental – O Cavaquinho – e um último módulo para a reflexão sobre a criação de projetos em diferentes contextos educativos. As sessões síncronas realizar-se-ão com recurso a videoconferências, com conteúdos essencialmente práticos, com esclarecimento de dúvidas e momentos de reflexão.

Regime de avaliação dos formandos:

  • Participação nas atividades e realização das tarefas propostas;
  • Elaboração de reflexão crítica individual sobre as atividades desenvolvidas.
Na avaliação dos/as formandos/as será dado cumprimento às determinações legais, nomeadamente os nºs 1 a 4 e 7 a 9 do artigo 4º do Despacho nº 4595/2015 do Secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar, publicado no Diário da República, 2ª Série, Nº 87, de 6 de maio, e ao Regulamento para acreditação e creditação de ações de formação contínua, de 9 de maio de 2016, do CCPFC.

A avaliação é formalizada numa escala de 1 a 10 com a menção qualitativa de:

  • 1 a 4,9 valores – Insuficiente
  • 5 a 6,4 valores – Regular
  • 6,5 a 7,9 valores – Bom
  • 8 a 8,9 valores – Muito Bom
  • 9 a 10 valores – Excelente

Bibliografia fundamental

Daniel Pereira Cristo

Daniel Pereira Cristo

Daniel Pereira Cristo é um músico, multi-instrumentista e cantautor bracarense, apaixonado pela música e instrumentos de raiz desde muito cedo, pela mão do pai também músico e fundador do grupo Origem Tradicional e do Grupo Cultural de S Mamede de Este, que acabaram por ser a sua grande escola de música e de vida. Neles ingressou com 10 anos, tendo aprendido vários instrumentos e canções tradicionais com os tocadores mais velhos, evoluindo sempre de forma autodidata, entre a teoria musical da escola e as novas aprendizagens.

Na Universidade do Minho, onde se licenciou em Ensino de Física e Quimica ingressou o Teatro Universitário do Minho e foi ensaiador, arranjador e director artístico da Azeituna (uma das tunas mais conceituadas do país). Deu aulas de cordofones tradicionais na Associação Recreativa e Cultural da Universidade do Minho, no IPCA em Barcelos, nas Academias de Música NuguelMusic e Headphone, e mais recentemente no Curso Livre do Conservatório Gulbenkian em Aveiro.

Depois de ter passado por diversos projectos musicais (Origem Tradicional, Suspeitos do Costume, Arrefole, Neurónios Abariados, Dança dos Homens, etc), dedica-se à carreira em nome próprio, tendo editado pela Associação Museu Cavaquinho, onde colabora com Júlio Pereira, o álbum "Cavaquinho Cantado". Vencedor do Galardão de Música "A Nossa Terra" em Braga em 2017, é galardoado com o Prémio Carlos Paredes em 2018. A partir daí, teve um trajeto recheado de momentos importantes, a Residência Artística na RTP1 no programa 7 Maravilhas à Mesa, um grande concerto no Terreiro do Paço para mais de 200 mil pessoas na passagem de ano 18/19 e vários concertos procedentes com muitos convidados de renome da cena artística nacional e internacional, com quem percorreu grandes palcos e festivais (Júlio Pereira, Ana Bacalhau, Rão Kyao, Tatanka dos Black Mamba, João Só, Uxia, Xabier Diaz, Aline Frazão, Manuel de Oliveira, entre outros).

A aposta passa agora por continuar a inovar, sem nunca deixar de ser fiel a um objetivo maior, que é o de mostrar ao mundo a riqueza das nossas raízes musicais, sonoridades, composições e instrumentos, com o novo e fundamental rigor que lhe é reconhecido.

Informações:
apem associação portuguesa de educação musical

Praça António Baião 5B Loja
1500 – 712 Benfica - Lisboa

  21 778 06 29

  932 142 122

 Envie-nos um email


A APEM

A Associação Portuguesa de Educação Musical, APEM, é uma associação de caráter cultural e profissional, sem fins lucrativos e com estatuto de utilidade pública, que tem por objetivo o desenvolvimento e aperfeiçoamento da educação musical, quer como parte integrante da formação humana e da vida social, quer como uma componente essencial na formação musical especializada.

A APEM é filiada na ISME - Internacional Society for Music Education como INA - ISME National Affiliate

Cantar Mais

Cantar Mais – Mundos com voz é um projeto da Associação Portuguesa de Educação Musical (APEM) que assenta na disponibilização de um repertório diversificado de canções (tradicionais portuguesas, de música antiga, de países de língua oficial portuguesa, de autor, do mundo, fado, cante e teatro musical/ciclo de canções) com arranjos e orquestrações originais apoiadas por recursos pedagógicos multimédia e tutoriais de formação.

Saiba mais em:
http://www.cantarmais.pt/pt

Newsletter da APEM

Caros sócios, A APEMNewsletter de dezembro acaba de ser publicada e encontra-se disponível para visualização no site da APEM.
Clique na imagem em cima para ter acesso à mesma.

Apoios:

 República Portuguesa
Fundação Calouste Gulbenkian

Contactos:

apem associação portuguesa de educação musical

Praça António Baião 5B Loja
1500 – 712 Benfica - Lisboa

  21 778 06 29

  932 142 122

 Envie-nos um email


©  Associação Portuguesa de Educação Musical

©  Associação Portuguesa de Educação Musical