A tecnologia faz parte no nosso quotidiano. Consideramos fundamental dar ferramentas aos professores para a integração da tecnologia e das suas potencialidades no âmbito da Educação e da Criação Musical. Com uma evolução imparável, importa reforçar a oferta de formação contínua na área das tecnologias da Música. São inúmeras as ferramentas ao nosso dispor a usar livremente. Estas podem ser utilizadas contribuindo de forma significativa para as competências e aprendizagem essenciais dos alunos, nomeadamente, a nível da improvisação e composição de peças musicais manipulando sons através de recursos tecnológicos diversificados e software. Para além da sua especificidade musical estas ferramentas permitem mobilizar aprendizagens de diferentes áreas do conhecimento dos alunos, que podem ser aplicados em processos criativos multidisciplinares.

Tecnologias e Criação Musical: Processos e Ferramentas

Tecnologias e criação musical: processos e ferramentas

ESGOTADO


Ação de formação Creditada

25h | Registo: CCPFC/ACC-107724/20,

por

Nuno Cintrão

Destinatários:

Professores de Música grupo 250, 610 e M28

Datas:

8 de novembro a 20 de dezembro de 2021

Valor da Inscrição:

Sócios da APEM1 - 50 €

Não Sócios2 - 100€

1Os sócios com as quotas em dia, para beneficiarem do desconto de sócio, devem fazer o login no site da APEM.
2Torne-se sócio e poupe de imediato ao inscrever-se nesta formação. Clique aqui para saber mais.
Número máximo de participantes: 30
Modalidade:

A formação decorre maioritariamente em sessões assíncronas, de modo a que os formandos possam gerir o tempo na realização das atividades propostas, devendo apenas respeitar as datas limite.

Haverá pelo menos uma sessão síncrona, em momento a definir no decorrer da formação.

Requisitos mínimos para participar na formação:
  • Computador com um mínimo de 2 GB RAM/2 GHz no sistema operativo MAC OS X 10.7 ou posterior, Windows 7 ou posterior ou a última versão GNU/LINUX;
  • Auscultadores, câmara e microfone;
  • Ligação à internet.
Nota: Embora não seja condição para a participação na formação, é importante ter um controlador de jogos com ligação USB. Para quem desejar adquirir, poderá optar por um semelhante ao demonstrado neste site.

Sinopse:

A tecnologia faz parte no nosso quotidiano. Consideramos fundamental dar ferramentas aos professores para a integração da tecnologia e das suas potencialidades no âmbito da Educação e da Criação Musical.

Com uma evolução imparável, importa reforçar a oferta de formação contínua na área das tecnologias da Música. São inúmeras as ferramentas ao nosso dispor a usar livremente. Estas podem ser utilizadas contribuindo de forma significativa para as competências e aprendizagem essenciais dos alunos, nomeadamente, a nível da improvisação e composição de peças musicais manipulando sons através de recursos tecnológicos diversificados e software.

Para além da sua especificidade musical estas ferramentas permitem mobilizar aprendizagens de diferentes áreas do conhecimento dos alunos, que podem ser aplicados em processos criativos multidisciplinares.

Objetivos a atingir:

  • Conhecer diferentes ferramentas tecnológicas para a criação e performance musical;
  • Desenvolver competências técnicas que permitam a utilização das ferramentas de forma autónoma;
  • Experimentar diferentes processos de criação musical;
  • Refletir sobre o papel da tecnologia nas práticas educativas atuais e de que forma podem ou não ser úteis;
  • Refletir, adequando ao seu contexto profissional, sobre os desafios da utilização da tecnologia para a educação e criação musical.

Conteúdos da ação:

  1. Aplicações para a criação musical
    1. Aplicações para dispositivos móveis
    2. Aplicações para computador
    3. Estratégias de exploração musical
  2. SoundPlant e controladores de jogos
    1. SoundPlant
    2. SounPlant e controladores de jogos
    3. Utilização de controladores de jogos para produzir som e música
  3. Criação musical com o BandLab
    1. Introdução ao BandLab
    2. Aspetos técnicos a considerar
    3. Estratégias e processos de criação musical em grupos e individuais

Metodologias de realização da ação:

O curso será realizado totalmente a distância com recurso à plataforma moodle do CFAPEM (Centro de Formação da Associação Portuguesa de Educação Musical) em atividades síncronas e assíncronas.

A metodologia de realização da ação será essencialmente prática. Haverá momentos de apresentação e exploração das potencialidades de cada ferramenta apresentada e os formandos serão convidados a refletir de que forma cada uma delas se poderá adequar ao seu próprio contexto profissional. O trabalho será realizado individualmente e em pequeno grupo permitindo que cada formando explore as ferramentas através de diversos desafios criativos. Espera-se que a vivência dos processos criativos e a utilização/experimentação das ferramentas tecnológicas permita aos formandos desenvolver as competências e a motivação para integrar na sua prática profissional os conteúdos da ação de formação.

Regime de avaliação dos formandos:

De acordo com o exigido, a avaliação terá um carácter qualitativo e quantitativo, espelhado numa escala classificativa de 0 a 10 valores. Serão consideradas duas componentes de avaliação: a participação do formando nas atividades da plataforma e a apresentação de um trabalho final. Os registos de avaliação atendem a todos os elementos que traduzam o desempenho do formando, nomeadamente:

  • Participação nas atividades propostas;
  • Trabalhos e atividades realizadas;
  • Trabalho final.

Bibliografia fundamental

  • Damian, J. (2015). Fresh music: explorations with the creative workshop ensemble for musicians, artists, and teachers. Cambridge, MA: YO! Publications.
  • Watson, S. (2011). Using technology to unlock musical creativity. New York: Oxford University Press USA
Nuno Cintrão

Nuno Cintrão

Músico, Guitarrista, Compositor, Performer.

Divide a sua atividade profissional entre a performance e a educação.

A sua atividade artística e pedagógica tem sido pautada pela procura de pontos de contacto entre diferentes formas de expressão artística e criativa e a realização de projetos em diferentes contextos.

Interessa-se pela experimentação e construção de objectos sonoros e a concepção de espectáculos colaborativos e multidisciplinares.

É licenciado em guitarra clássica, pela Escola Superior de Música de Lisboa e em Educação Musical pela Escola Superior de Educação de Lisboa. Em 2017 concluiu o Mestrado em Ensino de Música no ISEIT-Almada.

Ao longo do seu percurso tem tido a oportunidade de colaborar com artistas de diferentes áreas de expressão artística. Desde 2010 que compõe música para teatro, vídeo e dança tendo colaborado com diversas companhias e artistas. Destas colaborações destacam-se a Byfurcação Teatro, Companhia da Esquina, Musgo, Créme de La Créme e Aldara Bizarro.

Tem concebido e realizado workshops , formações e espectáculos junto de várias entidades, das quais se destacam : Fábrica das artes- CCB, Fundação Calouste Gulbenkian, Associação Portuguesa de Música nos Hospitais, Fórum Dança, Fundação do Gil, Operação Nariz Vermelho, CFMI- Universidade March Bloch Strasbourg, APEM- Associação Portuguesa de Educação Musical.

Fez parte do projeto "Música nos Hospitais" com o qual trabalhou como músico e formador até 2013, realizando intervenções musicais e em Hospitais e diferentes instituições de cariz social.

Divide o seu interesse entre a guitarra e outros objetos sonoros, procurando a sua linguagem musical no universo da música improvisada e experimental, passando pelas músicas do mundo, erudita, jazz e rock.

Enquanto guitarrista tem colaborado com diferentes projetos, de entre os quais se destacam: Trama, Ana Barroso e mais recentemente com Teresa Salgueiro (ex-Madredeus).

Para além de Portugal, teve a oportunidade de apresentar os seus projetos em Cabo Verde, Macau, Bélgica, Hungria, Alemanha, Brasil, Itália e Espanha.


Vídeo criado para o projeto de formação Erasmus+: Music Education Plus.

Informações:
apem associação portuguesa de educação musical

Praça António Baião 5B Loja
1500 – 712 Benfica - Lisboa

  21 778 06 29

  932 142 122

 Envie-nos um email


A APEM

A Associação Portuguesa de Educação Musical, APEM, é uma associação de caráter cultural e profissional, sem fins lucrativos e com estatuto de utilidade pública, que tem por objetivo o desenvolvimento e aperfeiçoamento da educação musical, quer como parte integrante da formação humana e da vida social, quer como uma componente essencial na formação musical especializada.

A APEM é filiada na ISME - Internacional Society for Music Education como INA - ISME National Affiliate

Cantar Mais

Cantar Mais – Mundos com voz é um projeto da Associação Portuguesa de Educação Musical (APEM) que assenta na disponibilização de um repertório diversificado de canções (tradicionais portuguesas, de música antiga, de países de língua oficial portuguesa, de autor, do mundo, fado, cante e teatro musical/ciclo de canções) com arranjos e orquestrações originais apoiadas por recursos pedagógicos multimédia e tutoriais de formação.

Saiba mais em:
http://www.cantarmais.pt/pt

Newsletter da APEM

Caros sócios, A APEMNewsletter de dezembro acaba de ser publicada e encontra-se disponível para visualização no site da APEM.
Clique na imagem em cima para ter acesso à mesma.

Apoios:

 República Portuguesa
Fundação Calouste Gulbenkian

Contactos:

apem associação portuguesa de educação musical

Praça António Baião 5B Loja
1500 – 712 Benfica - Lisboa

  21 778 06 29

  932 142 122

 Envie-nos um email


©  Associação Portuguesa de Educação Musical

©  Associação Portuguesa de Educação Musical