Música para o bem-estar

Guia para um currículo musical de recuperação

A organização inglesa Tri-Borough Music Hub (TBMH) supervisiona a educação musical em três bairros de Londres, trabalhando com escolas, alunos e comunidades. Através de um modelo de parcerias centralizado nas autoridades locais - o equivalente aos nossos serviços municipais – a TBMH recebe financiamento do Arts Council England, para disponibilizar um vasto e variado programa de aprendizagem musical dentro e fora das escolas.

Ficámos a conhecer o trabalho que esta organização tem feito durante o tempo de ensino à distância e, com a devida autorização, adaptámos, para a nossa realidade, o guia para um currículo musical de recuperação focado na “música para o bem-estar”.

Será impensável acreditar que as crianças e jovens vão chegar às escolas como estavam no dia em que foram para casa e tiveram que ficar confinados 24 horas por dia sem liberdade e sem os amigos. Pais, filhos e comunidade em geral desejam o regresso à escola, mas esse deve ser bem pensado pelos professores e pela comunidade científica.

Um currículo de recuperação como propõe a TBMH com base no trabalho de Barry Carpenter, Professor de Saúde Mental em Educação da Universidade de Oxford Brookes e Matthew Carpenter, Diretor do Baxter College, foca-se em abordagens mais humanas, preocupadas com o bem-estar fundamental para garantir o desenvolvimento positivo e saudável da criança. Sem isso, dificilmente se obterão resultados com verdadeiro significado e valor pessoal para a criança em termos da sua preparação para a vida adulta.

Sugere-se que o currículo musical de recuperação seja construído sobre 5 eixos, (Relacionamentos – Espaço – Metacognição – Comunidade – Currículo transparente) numa abordagem sistemática, integrada e baseada nas relações humanas para reacender a chama da aprendizagem em cada criança.

Com uma articulação direta com as Aprendizagens Essenciais em Música, a APEM adaptou o quadro do Tri-Borough Music Hub e apresenta uma proposta de Guia para um currículo musical de recuperação: música para o bem-estar.

O documento é apresentado em word de forma a que os professores o possam usar e adaptar ao seu contexto.

A APEM

A Associação Portuguesa de Educação Musical, APEM, é uma associação de caráter cultural e profissional, sem fins lucrativos e com estatuto de utilidade pública, que tem por objetivo o desenvolvimento e aperfeiçoamento da educação musical, quer como parte integrante da formação humana e da vida social, quer como uma componente essencial na formação musical especializada.

A APEM é filiada na ISME - Internacional Society for Music Education como INA - ISME National Affiliate

Cantar Mais

Cantar Mais – Mundos com voz é um projeto da Associação Portuguesa de Educação Musical (APEM) que assenta na disponibilização de um repertório diversificado de canções (tradicionais portuguesas, de música antiga, de países de língua oficial portuguesa, de autor, do mundo, fado, cante e teatro musical/ciclo de canções) com arranjos e orquestrações originais apoiadas por recursos pedagógicos multimédia e tutoriais de formação.

Saiba mais em:
http://www.cantarmais.pt/pt

Newsletter da APEM

Caros sócios, A APEMNewsletter de dezembro acaba de ser publicada e encontra-se disponível para visualização no site da APEM.
Clique na imagem em cima para ter acesso à mesma.

Apoios:

 República Portuguesa
Fundação Calouste Gulbenkian

Contactos:

apem associação portuguesa de educação musical

Praça António Baião 5B Loja
1500 – 712 Benfica - Lisboa

  21 778 06 29

  932 142 122

 Envie-nos um email


©  Associação Portuguesa de Educação Musical

©  Associação Portuguesa de Educação Musical